terça-feira, julho 11, 2006

Uma mudança

Ele me olhou sorrindo e quis expressar suas certezas:
Um dia você derramou lágrimas de dor por perder alguém, achou que nunca se recuperaria do trauma causado, da quebra de seus sonhos, planos e sentimentos recusados. Você amargou e olhou para os céus perguntando o porquê, desejosa de respostas e questionando a sabedoria de Deus derramou lágrimas com alguma mágoa plantada em sua alma. De que adiantou sua revolta? Por acaso os dias se passaram melhores enquanto carregava uma tonelada de dores? Era como se tivesse nos pés bolas de ferro que não a deixassem caminhar. E o que fez de concreto para que a dor passasse? Nada. Ao contrário, ficou se machucando com as lâminas da culpa, rancor, remorso e deixando a vida passar ao seu lado. Um dia, decidiu que já havia sofrido o bastante e se abriu para as novas experiências que Deus aguardava para apresentar: a abertura fez com que encontrasse algo tão bom que hoje sorries como um bebê que vê o mundo colorido pela primeira vez! Por vezes temos de nos abrir para que possamos encontrar o que já é nosso e está nos aguardando, mas não podes segurar dois objetos de vez em uma mão - libertos de um, encontramos e conseguimos segurar o outro.
Fique em paz, aproveite todos os segundos, e sorria. Você merece ser feliz, você procura a felicidade mas dá muita felicidade também. Recebemos aquilo que ofertamos sem esperar nada em troca.

Nenhum comentário: